Cercima lança Cercima Sabores

Sal e azeite aromatizados, licores e compotas caseiras são a nova aposta da Cercima – Cooperativa de Educação do Cidadão Inadaptado do Montijo e Alcochete, que apresentou publicamente a marca Cercima Sabores, no dia 31 de maio, na Quinta do Saldanha.

 A apresentação da Cercima Sabores contou com a presença do presidente da Câmara Municipal do Montijo, Nuno Canta, que expressou votos de sucesso para este novo projeto e enalteceu o papel fundamental da Cercima na comunidade montijense, classificando-a como um “exemplo de uma instituição que está ao serviço das pessoas”.

A Cercima Sabores nasceu de uma experiência em 2016 com alguns utentes da Cercima. Em março de 2017, a associação registou a marca Cercima Sabores que, agora, está na rua, numa aposta clara na promoção da sustentabilidade e no envolvimento dos utentes da Cercima com a comunidade local.

Os produtos da Cercima Sabores, todos produzidos artesanalmente por pessoas com deficiência ou incapacidade, estão à venda nas instalações da Cercima e em algumas lojas do comércio local. A Cercima Sabores assume-se como “100 por cento solidária. Uma marca inspiradora que acredita na força e importância da igualdade de oportunidades”.

Anúncios
por classmontijo

Projetos de Envelhecimento Ativo comemoram final de ano

Os projetos de envelhecimento ativo levados a cabo pela Câmara Municipal do Montijo vão comemorar durante uma quinzena mais um final de ano cheio de sucessos.

 Assim, até 10 de Junho, vai estar patente a exposição “Pluralidades – Um olhar estranho” na Galeria Municipal do Montijo. Uma exposição alusiva aos trabalhos realizados pelos alunos das disciplinas de Pintura e Desenho e de Trabalhos Manuais da Universidade Sénior do Montijo.

A mostra inaugurada no dia 26 de Maio contou com a presença de Nuno Canta, presidente da Câmara Municipal do Montijo, e de Fernando Caria, presidente da União de Freguesias do Montijo e Afonsoeiro.

No dia 5 de Junho terá lugar às 10h30 a inauguração da exposição “Artes decorativas”. Uma mostra de trabalhos dos alunos de artes decorativas, patente até 2 de julho. A inauguração, nos Paços do Concelho, irá contar com a atuação do Coro da Academia Sénior da Atalaia e Alto Estanqueiro-Jardia.

No mesmo dia, é inaugurada também a mostra de trabalhos dos alunos das disciplinas de fotografia e de azulejaria da Universidade Sénior, na Biblioteca Municipal, que contará com a atuação do Coro da Academia Sénior de Pegões e Canha. A exposição intitulada “Percursos” pode ser visitada até 20 de junho.

No dia 6 de Junho, a partir das 10h00, a Praça da República será palco de uma manhã desportiva protagonizada pelos alunos da Universidade Sénior, com Zumba e Ginástica Alternativa. A Academia Sénior de Pegões e Canha Saudável 65 também traz à Praça animação desportiva.

Às 15h30 terá lugar no auditório da antiga sede da Junta de Freguesia do Afonsoeiro a Festa de Final de Ano dos Ateliers Seniores do Montijo. A iniciativa contará com a participação do Grupo Coral e de Teatro dos Ateliers e do Coro Infantil Happy Kids da Escola de Música e de Dança de Pegões.

As comemorações continuam no dia 7 de Junho com artes na rua, a partir das 10h00, na Praça da República. Durante o dia, os alunos de Artes decorativas da Universidade Sénior dos Ateliers Seniores, da disciplina de trabalhos manuais “Artes da Dona Francisca” da Universidade Sénior e da Academia Sénior da Atalaia e Alto Estanqueiro-Jardia e de Desenho e Pintura da Universidade Sénior do Montijo vão estar na rua com demonstrações dos seus trabalhos ao vivo.

No dia 8 de Junho terá lugar às 15h00 o colóquio “A dança como fator de desenvolvimento pessoal” organizada pela Comissão Representativa de Alunos e Professores da Universidade Sénior.

A iniciativa terá como oradores Lara Nicolau (danças tradicionais), da Universidade Sénior do Montijo, Marta Fuste (hip hop) da United Dance Crew, da Escola Sinfonias e Eventos, Helena Lopes (samba) da Sambatijo – Sociedade Filarmónica 1.º de Dezembro.

Dia 9 de Junho terá lugar na Praça da República, às 16h00, um Desfile Académico intergeracional com queima das fitas da Universidade Sénior do Montijo, e a participação dos alunos da Escola Profissional.

De seguida, no Jardim da Casa Mora terá lugar o Arraial Académico, que contará com a atuação dos alunos de danças tradicionais e da tuna da Universidade Sénior do Montijo, do Grupo Coral dos Ateliers Seniores do Montijo. A tarde contará ainda com a entrega de Prémios: Jogos Florais e Concurso de Fotografia, uma organização da Universidade Sénior em parceria com a Comissão Representativa de Alunos e Professores.

Os alunos da disciplina de Teatro da Universidade Sénior do Montijo serão os protagonistas da peça de teatro “Uma família portuguesa”, que terá lugar no dia 14 de junho, às 21h30, no Cinema Teatro Joaquim d’Almeida.

A quinzena comemorativa do final de ano dos Projetos de Envelhecimento ativo tem o seu terminus no dia 16 de junho, pelas 22h00, na Sociedade Filarmónica 1.º de dezembro com o Baile de Finalistas da Universidade Sénior do Montijo, organizado pela Comissão Representativa de Alunos e Professores da Universidade Sénior.

por classmontijo

Equip@s de Bairro na Caneira

No âmbito da atividade “Equip@s de Bairro” do projeto kont@rte foram realizadas no Bairro da Caneira um conjunto de iniciativas de cooperação comunitária com o intuito de contribuir para a melhoria da imagem do bairro e do reforço da coesão social.

 Uma das iniciativas consistiu numa primeira fase, na sensibilização dos moradores do bairro, para o estado de degradação e vandalismo dos prédios de habitação social, onde foram realizados encontros de partilha e reflexão sobre as preocupações dos moradores do bairro, e o planeamento de ações futuras, que passaram pelos registos fotográficos e recolha de informação junto dos moradores sobre as suas necessidades ao nível da habitação e dos espaços comuns no bairro.

Na fase seguinte, já este ano, foi elaborada uma carta, assinada por todos e entregue ao Presidente da Câmara de Montijo no Salão Nobre do Edifício dos Paços do Concelho, com o contributo dos moradores do bairro, como forma de manifestar a vontade e o interesse da comunidade na resolução dos seus problemas, associados à degradação do espaço comum, falta de higiene e vandalismo no Bairro.

Por último, foi realizada uma intervenção de reabilitação de alguns prédios em situação de maior degradação, com a colaboração dos serviços competentes da Câmara Municipal de Montijo, e a sua monitorização por parte dos moradores como forma de assegurar a conservação e manutenção de um bairro com uma imagem renovada e cooperante.

O projeto KONT@RTE– E6G é promovido localmente pela Câmara Municipal do Montijo e gerido pela Associação para a Formação Profissional e Desenvolvimento do Montijo, contando com a parceria formal do Agrupamento de Escolas de Montijo, da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens do Montijo, do ACES Arco Ribeirinho, Florineve, da Polícia de Segurança Pública do Montijo e do Instituto Português do Desporto e da Juventude.

A principal finalidade do projecto é contribuir para o desenvolvimento, integração e autonomia das crianças e jovens do Bairro da Caneira, apostando no desenvolvimento de competências ao nível psicossocial e educacional.

O projeto KONT@RTE– E6G é promovido localmente pela Câmara Municipal do Montijo e gerido pela Associação para a Formação Profissional e Desenvolvimento do Montijo, contando com a parceria formal do Agrupamento de Escolas de Montijo, da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens do Montijo, do ACES Arco Ribeirinho, Florineve, da Polícia de Segurança Pública do Montijo e do Instituto Português do Desporto e da Juventude.

A principal finalidade do projecto é contribuir para o desenvolvimento, integração e autonomia das crianças e jovens do Bairro da Caneira, apostando no desenvolvimento de competências ao nível psicossocial e educacional.

por classmontijo

Zona Ribeirinha palco de afetos

Cerca de mil crianças participaram na iniciativa que decorreu na manhã de quinta-feira, dia 18 de Maio, uma caminhada sob o lema “Caminhar com cor, Caminhar com Amor” no âmbito do movimento Cidade dos Afetos na zona ribeirinha.

 “Caminhar com cor, Caminhar com Amor” tem continuidade de 22 a 25 de Maio com os Jardins de Infância. Segunda-feira (22 de Maio) os alunos do JI da Caneira caminham até à Universidade Sénior na Quanta do Saldanha. No dia seguinte é a vez dos alunos do JI da Liberdade caminharem até aos Paços do Concelho.

No dia 24 de Maio, a caminhada até à sede da União de Freguesias do Montijo e Afonsoeiro é realizada pelos alunos do JI Ary dos Santos. Para terminar, no dia 25, os alunos do JI Joaquim de Almeida caminham até à Galeria Municipal.

As caminhadas têm como objectivo fomentar o exercício físico, a partilha dos afetos e promover o contacto com diferentes respostas e serviços existentes na comunidade, como o convívio com os seniores e a partilha de saberes.

A iniciativa resulta de uma parceria entre o ACES – Agrupamento de Centros de Saúde do Arco Ribeirinho e a Câmara Municipal do Montijo e tem como público-alvo a comunidade educativa do 1.º Ciclo do Agrupamento de Escolas do Montijo.

Recorde-se, que o presidente da câmara municipal do Montijo, Nuno Canta, subscreveu a Carta de Compromisso “Cidade dos Afetos”, assumindo publicamente o compromisso de desenvolver iniciativas que sensibilizem a comunidade para a relevância dos afetos no bem-estar e na saúde dos munícipes.

por classmontijo

Caminhar com Cor, Caminhar com Amor

À semelhança de anos anteriores terá lugar na próxima quinta-feira, dia 18 de Maio, uma caminhada sob o lema “Caminhar com cor, Caminhar com Amor” no âmbito do movimento Cidade dos Afetos com concentração às 10h00 na zona ribeirinha.

 A iniciativa resulta de uma parceria entre o ACES – Agrupamento de Centros de Saúde do Arco Ribeirinho e a Câmara Municipal do Montijo e tem como público-alvo a comunidade educativa do 1.º Ciclo do Agrupamento de Escolas do Montijo.

Para as crianças e jovens, na Zona Ribeirinha será dinamizada uma aula de animação desportiva.

Recorde-se que o presidente da câmara municipal do Montijo, Nuno Canta, subscreveu a Carta de Compromisso “Cidade dos Afetos” assumindo publicamente o compromisso de desenvolver iniciativas que sensibilizem a comunidade para a relevância dos afetos no bem-estar e na saúde dos munícipes.

por classmontijo

Cercima inicia Campanha do Pirilampo Mágico

A Cercima – Cooperativa de Educação e Reabilitação do Cidadão Inadaptado de Montijo e Alcochete arrancou com a Campanha do Pirilampo Mágico 2017, no dia 4 de maio, no Parque Municipal do Montijo.

 A festa reuniu os utentes da Cercima, mas também os alunos da Casa da Criança, do Externato Espaço Verde, os alunos do pré-escolar e do 3.º ano da Escola Básica Ary dos Santos e, ainda, os alunos da Escola Básica da Caneira.

Uma manhã de solidariedade, desporto e muita animação que juntou mais de 350 crianças e jovens, numa aula de Zumba pelo professor João Vargas, do ginásio Evolution, e noutra aula de Yoga pela professora Marta Pinto, da Cercima.

O presidente da Câmara Municipal do Montijo, Nuno Canta, não faltou ao evento e deixou votos de parabéns à Cercima pelo trabalho realizado e pela “Campanha do Pirilampo Mágico, uma ação em Portugal e no Montijo de grande amplitude e cidadania”, afirmou.

Até 28 de maio, a Cercima está no terreno com a Campanha do Pirilampo Mágico. Para além da venda do pirilampo, existem Pirilampos gigantes (em formato vidrão) na Rotunda das Portas da Cidade, na Rotunda do Moinho de Vento e na Praça da República. No Fórum Montijo está outro pirilampo gigante à disposição de quem queira contribuir para a sua construção.

A juntar aos pirilampos, a Cercima promove, ainda, duas Caminhadas do Pirilampo Mágico: uma no dia 28 de maio, às 9h30, em Alcochete e a outra no dia 9 de junho, às 21h00, no Montijo.

por classmontijo

Fórum Abrigo debate o desafio de ser criança no século XXI

A Abrigo – Associação Portuguesa de Apoio à Criança realizou a quarta edição do Fórum Abrigo, no dia 4 de maio, no Cinema Teatro Joaquim d’ Almeida, no Montijo. Este ano, em discussão esteve o tema “Século XXI – O desafio de ser criança”, com intervenções de Manuela Ramalho Eanes, presidente do Instituto de Apoio à Criança, de Luís Villas-Boas, diretor do Refúgio Aboim Ascensão, de Rosa Clemente, do Comité Português para a Unicef, de Javier Urra, professor catedrático de Psicologia da Universidade Complutense de Madrid, entre outros oradores.

 A sessão de abertura contou com as intervenções da secretária de Estado da Justiça, Anabela Pedroso, do presidente da Câmara Municipal do Montijo, Nuno Canta, do presidente da Abrigo, Jacinto Pereira, e do procurador-geral adjunto da Comarca de Lisboa, José António Branco.

O presidente da Abrigo relembrou o trabalho que a associação tem vindo a desenvolver ao longo dos anos, afirmando que “pretendemos contribuir o mais possível para que os sonhos de muitas crianças se tornem realidade”. Jacinto Pereira deixou, ainda, palavras de agradecimento à Câmara Municipal do Montijo pelo apoio prestado à Abrigo e lançou um desafio ao presidente da câmara: “em parceria com a Abrigo, certificar a cidade do Montijo como Cidade Amiga das Crianças pela Unicef. Penso ser um desafio interessante, que permite valorizar a cidade e melhorar a relação das crianças com a cidade e a comunidade onde estão inseridas”.

Por sua vez, o presidente da Câmara Municipal do Montijo afirmou o orgulho que o Montijo tem em ser “um protagonista empenhado na promoção dos direitos das crianças. Este fórum constitui, portanto, uma oportunidade para reafirmar a nossa responsabilidade pela construção de uma cidadania digna das crianças, sem distinções e discriminações”.

Nuno Canta relembrou os progressos da sociedade portuguesa na área dos direitos e proteção da criança, mas, também, salientou alguns desafios que é preciso enfrentar, nomeadamente a pobreza infantil e a proteção das crianças refugiadas: “a proteção da criança é um imperativo ético de todos nós e o único caminho para construir uma sociedade mais justa e mais solidária”, disse.

A sessão de abertura foi finalizada pela intervenção da secretária de Estado da Justiça. Anabela Pedroso falou de uma justiça mais moderna e humanizada, que também trabalha na promoção de melhores condições de vida e de futuro para as crianças: “aquilo que considero mais importante e fundamental é que a promoção dos direitos das crianças e a sua proteção exigem um compromisso, um compromisso grande não só do legislador e do Governo, mas de todos nós enquanto sociedade”.

Uma última nota para as palavras do Presidente da República. Marcelo Rebelo de Sousa não pôde estar presente, mas enviou uma mensagem: “um país que não olha, não cuida, não trata das suas crianças com a dignidade que merecem, é um país sem futuro. Acredito nas nossas crianças e na capacidade do nosso país em aproveitar todo o seu potencial de capital humano, acredito que conseguiremos criar as condições necessárias para que a sociedade portuguesa realize o seu desígnio de futuro”.

A Abrigo – Associação Portuguesa de Apoio à Criança” é uma instituição particular de solidariedade social com utilidade pública, que tem como objetivo principal a criação e manutenção de um Centro de Acolhimento Temporário para Crianças em Risco. O Montijo é a cidade sede da Abrigo e a Câmara Municipal do Montijo já cedeu um terreno à instituição para a construção do Centro de Acolhimento Temporário.

por classmontijo

Canha com Atelier de Informática

A Academia Sénior de Pegões e Canha abriu, no dia 2 de maio, um novo atelier de informática, nas instalações do polo da Biblioteca de Canha. O atelier vai funcionar duas vezes por semana, tem 20 alunos inscritos (número máximo permitido) e já tem lista de espera.

 O presidente da Câmara Municipal do Montijo, Nuno Canta, a vereadora Maria Clara Silva, responsável pelo pelouro da Ação Social e Solidariedade, e o presidente da Junta de Freguesia de Canha, Armando Piteira, estiveram presentes na abertura do atelier.

“Gostaríamos de separar a Academia Sénior de Pegões e Canha e constituir uma Academia em Canha. Este é o primeiro passo desse projeto. Hoje em dia, a informática é uma ferramenta muito importante para sermos cidadãos mais ativos”, afirmou Nuno Canta, relembrando que a Academia Sénior é um “grande projeto de solidariedade, de cultura e de aprendizagem”.

O presidente da Junta de Freguesia de Canha, Armando Piteira, referiu a boa adesão dos seus fregueses a este novo projeto: “o atelier tem lista de espera e vamos tentar reforçar os equipamentos para corresponder às expetativas. Espero que usufruam das aulas”.

A Academia Sénior é uma das áreas chave do Projeto Junto de Si cujo principal objetivo é criar, dinamizar e organizar atividades culturais, recreativas, de convívio e de aprendizagem sobre diferentes temas, através de um modelo de formação não formal, dirigidas aos seniores do concelho.

por classmontijo

Academia Sénior festeja V aniversário

A Academia Sénior de Pegões e Canha do Projeto Junto de Si comemorou cinco anos de aprendizagem, amizade, partilha, encontros, afectos e alegria. Muitos foram os alunos e amigos que marcaram presença na festa da academia Sénior de Pegões e Canha do Projeto Junto de Si, realizada no dia 28 de abril, na Sociedade Recreativa de Pegões Velhos.

 A cerimónia contou com a presença do presidente da Câmara Municipal do Montijo, Nuno Canta, de João Martins, presidente da Associação para a Formação Profissional e Desenvolvimento do Montijo, de António Miguens, presidente da União de Freguesias de Pegões, e de Armando Piteira, presidente da freguesia de Canha.

“Saúdo todos os alunos, professores e funcionários, que ao longo destes cinco anos contribuíram para engradecer a academia sénior de Pegões e Canha, assim como a moldura humana aqui presente”, referiu o presidente perante a plateia cheia.

Nuno Canta frisou que a Academia permite que “os idosos participem mais na vida da sua comunidade, das suas freguesias e garante a todos eles os direitos de cidadania”, pelo que a autarquia vai continuar o trabalho desenvolvido e orientado para “a qualidade de vida dos nossos idosos, para o combate ao isolamento dos nossos idosos, para o acesso dos mais velhos a uma educação ao longo da vida, e para a solidariedade entre gerações”.

Professores e colaboradores voluntários da academia falaram das suas experiências e foi apresentado um vídeo retrospectivo das actividades desenvolvidas em 2016.

A música esteve a cargo da Tuna da Universidade Sénior de Montemor-o-Novo e do Coro da Academia Sénior da Atalaia e Alto-Estanqueiro Jardia.

Recorde-se, que a Academia Sénior é uma das áreas chave do Projeto Junto de Si, financiado pelo PRODER e cujo principal objetivo é criar, dinamizar, e organizar atividades culturais, recreativas, de convívio e de aprendizagem sobre diferentes temas, através de um modelo de formação não formal.

por classmontijo