Presidência Aberta Solidária visita CPCJ

400x300visitacpcj

Nesta época de Natal onde a solidariedade é um valor que assume particular relevância, o presidente da Câmara Municipal do Montijo, Nuno Canta, iniciou hoje, 4 de dezembro, uma Presidência Aberta Solidária junto das respostas e equipamentos sociais existentes no concelho, com a visita à Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Montijo (CPCJ).

Para além de expressar votos de Feliz Natal, Nuno Canta aproveitou a ocasião para aprofundar as questões e necessidades que preocupam os técnicos da CPCJ na sua intervenção diária com as crianças e famílias do concelho.

O presidente da Câmara Municipal do Montijo realçou a importância do trabalho diário da CPCJ na capacitação das pessoas e famílias através, por exemplo, de pequenas questões como a elaboração e gestão de um orçamento familiar, considerando a CPCJ como “uma das respostas mais qualificadas do concelho”.

As técnicas da CPCJ expressaram a sua preocupação com a ausência de respostas sociais, sobretudo ao nível das consultas pedopsiquiátricas por parte das instituições hospitalares e das entidades parceiras para o trabalho de proximidade com as famílias que estejam capacitadas para executar medidas de promoção e proteção em meio natural de vida.

O autarca foi informado do aumento do número de processos de promoção e proteção de crianças e jovens: de 173 processos instaurados em 2013 para 264 até 10 de novembro de 2014 que estão, na sua maioria, relacionados com situações de negligência, comportamentos antissociais por parte da criança/jovem, violência doméstica, abandono escolar e maus tratos físicos/emocionais.
As situações de crianças e jovens em perigo são sinalizadas à CPCJ por entidades como as forças de segurança e os estabelecimentos de ensino, por denúncias anónimas e pelos próprios pais das crianças e jovens.

No total, até 10 de novembro de 2014, a CPCJ encontra-se a acompanhar 285 processos e já aplicou 92 medidas de promoção e proteção em meio natural de vida (apoio junto dos pais, de outro familiar ou confiança da criança a pessoa idónea) e 7 medidas de acolhimento institucional.

A Presidência Aberta Solidária de Nuno Canta prossegue nos próximos dias com visitas a outros equipamentos e respostas sociais do concelho do Montijo.

Anúncios