Montijo | Autarquia Homenageia Mulheres Trabalhadoras

“Quero felicitar todas as homenageadas e afirmar o quanto nos orgulhamos do vosso trabalho ao serviço do montijo e dos montijenses”. A frase é de Nuno Canta, presidente da Câmara Municipal, na cerimónia onde a autarquia distinguiu 25 mulheres trabalhadoras da Câmara Municipal e dos Serviços Municipalizados de água e Saneamento do Montijo (SMAS), com 30 ou mais anos de serviço, que teve lugar na sexta-feira (7 de março) no Cinema Teatro Joaquim d’Almeida (CTJA), no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Mulher. A vereadora Maria Clara Silva foi uma das homenageadas.

Nuno Canta fez uma reflexão sobre o papel das mulheres na sociedade e os obstáculos que se colocam a uma efetiva igualdade de oportunidades. “É necessário uma participação das mulheres na nossa vida coletiva, porque a igualdade de género é uma questão essencial de direitos humanos e de democracia”, disse.   O autarca afirmou que um dos obstáculos que as mulheres enfrentam prende-se com a desigualdade na repartição de tarefas no seio da família. O presidente referiu, ainda, que “o recente aumento da jornada de trabalho semanal na administração pública, de 35 para 40 horas, proposto pelo atual governo resulta, na pratica, numa iniciativa contra a instituição familiar, porque diminui o convívio entre os filhos e os pais, entre o marido e a mulher, empurra as crianças para permanecerem mais horas na escola e dificulta a conciliação entre o trabalho e a família”.   

O autarca recordou, ainda, a aposta do município em serviços de apoio à mulher como o espaço informação mulheres, o plano municipal de cidadania e igualdade de género, a rede de apoio em situação de violência, a casa de acolhimento para mulheres vítimas de violência e a parceria com a associação portuguesa de mulheres juristas.   A iniciativa contou com a atuação dos jovens cantores montijenses, Paulo Ferreira e Inês Martins, tendo esta integrado o grupo Weah!Land do Fator X.    Depois da cerimónia foi inaugurada no 1º Foyer do CTJA0. a exposição de fotografia “M de Mulher” de Lídia Ramalho, patente até dia 15 de março, que retrata a mulher nos inúmeros contextos sociais, nas mais distintas funções, em diferentes partes do mundo.

Anúncios