III encontro comunitário

Realizou-se no passado dia 22 de janeiro de 2013, na Casa do Ambiente, em Montijo, entre as 9h e as 17h30, o III Encontro Comunitário sob o tema Promoção da Saúde e Prevenção de Comportamentos de Risco em Meio Escolar, que contou com a presença de alguns parceiros da Rede Social e Montijo Saudável com intervenção direta na comunidade educativa e em particular ao nível da educação para a saúde.

Para além de representantes dos três agrupamentos de Escolas do Concelho de Montijo: Agrupamento de Escolas Poeta Joaquim Serra, Agrupamento de Escolas do Montijo e Agrupamento de Escola de Canha, Pegões e St. Isidro, estiveram presentes representantes da Escola Secundária Jorge Peixinho, da Escola Profissional do Montijo, do SICAD (Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências, antigo IDT – Instituto da Droga e da Toxicodependência), da UCC Montijo/Alcochete (Unidade de Cuidados à Comunidade), da AMCV (Associação de Mulheres Contra a Violência) e da CMM/Divisão de Solidariedade e Promoção da Saúde.

Intervenções:

  1. SICAD: Apresentação dos resultados obtidos através de Inquérito Nacional do Consumo de Substâncias Psicoativas em Meio Escolar, realizado em Maio de 2011;
  2. UCC Montijo/Alcochete: Apresentação do projeto de Educação para a Saúde;
  3. Apresentação dos Projetos de Promoção da Saúde e Prevenção de Comportamentos de Risco desenvolvidos pelos Agrupamentos e Escolas; 1 | 2 | 3 | 4
  4. Apresentação do Projeto de Promoção para a Saúde e Prevenção dos Comportamentos de Risco pela Divisão de Solidariedade e Promoção da Saúde;
  5. AMCV: Apresentação de Resultados de intervenção em meio escolar no Concelho do Montijo;
  6. Debate para organização conjunta de Semana da Saúde.

Conclusões:

1)      Foi consensual a ideia de que os resultados obtidos através deste tipo de intervenção só são passíveis de ser avaliados a médio/longo prazo, uma vez que implicam mudanças de mentalidades e comportamentos enraizados na comunidade, implicando e justificando uma intervenção primária, secundária e terciária;

2)      Quanto mais precoce e intensamente se fizer este tipo de intervenção mais visíveis serão os resultados;

3)      Ações avulsas, descontextualizadas e sobrepostas não contribuem para mudanças de comportamentos e mentalidades. A integração deste tipo de atividades nos Projetos educativos das escolas traz coerência e continuidade às intenções de mudança.

4)      A falta de recursos humanos e materiais, evidenciada por todos os parceiros, dificulta uma intervenção mais profunda e intensiva, que poderá ser colmatada com a articulação entre todos com vista à rentabilização de recursos e uma intervenção especializada.

5)      Relativamente à Semana da Saúde foi proposta a ideia de uma data comum para todos os estabelecimentos de ensino/educação, ficando a programação/dinamização a cargo de cada um dos agrupamentos/estabelecimentos, podendo existir um momento único de encontro entre todos, em local público e aberto a toda a comunidade. Estes pontos serão posteriormente discutidos em reunião a agendar.

Anúncios
por classmontijo